3 leopardos escapam, zoológico não conta pra ninguém, usa 990 drones e 100 galinhas na perseguição

O Zoológico de Hangzhou, na China, deixou 3 leopardos escaparem bem num feriado, e os dados oficiais mostram que mais de 90.000 pessoas frequentaram o local sem saberem sobre o perigo que corriam. Quando o governo ficou sabendo, emitiu um alerta pra população, pedindo que ficassem em casa. Mas o lockdown agora era diferente: eram medidas de restrição anti-leopardo.

Segundo as recomendações do governo, caso alguém se deparasse com o trio, não era pra virar de costas e sair correndo, mas sim ir andando de ré com as mãos pra cima. A fuga ocorreu no dia 19 de abril, e não demorou pras pessoas começarem a notar 3 leopardos por aí.

Mas o zoológico por dias ficou quietinho, temendo que menos ingressos fossem vendidos pelo probleminha. A polícia descobriu que eles fugiram durante uma limpeza, mas o gerente do zoológico, Zhang Dequan, ordenou que todos ficassem quietos.

Uma força tarefa do governo começou a caçar os bichos, e em 48 horas um deles foi capturado. Ele foi tranquilizado com um dardo e devolvido ao zoológico. O segundo leopardo foi capturado, mas reagiu e rolou uma luta com os agentes do governo. O bicho acabou morrendo. O terceiro ainda está solto.

O governo alertou um vilarejo que fica próximo às montanhas, dizendo que rastros do bicho foram encontrados, e pediu que todos ficassem dentro de casa com as portas fechadas. A procura por ele acabou ficando gigantesca, e um exército de 990 drones e 100 galinhas está sendo usado, sem contar as forças humanas, com 1.700 homens.

Os drones monitoram com filmagens, enquanto as galinhas servem de isca. Além disso, um ultraleve sobrevoa a área com um humano pilotando. Cães farejadores, óculos de calor e de visão noturna também estão sendo usados.

As autoridades pensam que, por não ter crescido na natureza, ele não aprendeu a caçar direito, e logo virá em busca das galinhas, que estão sendo monitoradas. Nenhuma galinha concedeu entrevista.

Fonte: Ovelhas Voadoras

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe uma resposta