Ave resgatada começa a latir após manter amizade com pitbull

Uma pega-australiana — uma ave da família Artamidae, parentes distantes dos corvos — começou a latir e uivar como um cão após se tornar a melhor amiga de um pitbull. A dupla improvável se tornou estrela no Instagram com registros diários de companheirismo.

Molly, a pega, foi encontrada em setembro passado muito fraca por Peggy, uma pitbull que mora em Queensland, sudoeste da Austrália. Com a ajuda da dona, Juliette Wells, 45 anos, ela cuidou da ave até que as duas se tornaram amigas inseparáveis — a ponto de Molly agora latir.

Juliette começou a perceber os latidos em abril, mas não acreditou num primeiro momento.

“Achamos que fosse Peggy latindo, mas quando olhamos para ela, estava dormindo profundamente. Então vimos e ouvimos isso vindo de Molly”, afirmou ela ao Daily Mail Austrália.

“Começamos a rir muito porque parecia muito com Peggy. Eu não pude acreditar”, completou ela.

Desde então, ela manteve uma certa rotina de latidos. Quando ouve barulhos fora da casa, a ave late. Quando ouve cachorros vizinhos, ela late. Uns dias mais, outros menos.

Segundo Juliette, no início, a pitbull estranhou. Mas após poucos dias, simplesmente normalizou a situação e vez ou outra as duas até latem juntas.

Juliette e Peggy encontraram Molly caída no chão, muito fraca. A australiana não sabe exatamente o motivo, mas ave fora abandonada pelos pais, que a observavam fraca de cima de uma árvore.

“Ela tinha caído do ninho e eles [os pais] a abandonaram, o que às vezes pode acontecer. Esperamos duas horas, mas eles nunca desceram”, conta ela.

A própria Peggy, a cachorra, tinha medo de aves antes de conhecer a pega. Durante a recuperação de uma semana da ave, a canina não saiu de perto dela.

Após recobrar totalmente as forças, a ave não quis embora, apesar de Juliette e o marido Reece tentarem fazer com que ela voltasse para a natureza.

“Sempre deixamos todas as portas e janelas abertas e tentamos levá-la de volta à natureza, mas ela não tem interesse em nos deixar”, comenta ela.

Ela disse estar pronta para ficar com Molly até o momento em que a ave resolver ir embora. Pelo visto, isso não irá acontecer.

Fonte: R7

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe uma resposta