Homem armado sequestra ônibus escolar mas desiste após crianças fazerem 10 perguntas por segundo

Jovan Colazzo, de 23 anos, se alistou no exército e foi transferido pra base de Fort Jackson, na Carolina do Sul, logo no início de sua aventura. Sem suportar a distância da família, resolveu fugir, já que não deixariam ele voltar atrás assim facilmente, ainda após uma transferência que custou dinheiro aos cofres públicos. Ele podia ter dito antes.

Não conseguindo segurar o tranco, ele pegou um fuzil sem munição e fugiu da base. Como logo perceberiam, ele precisava parar o primeiro carro que visse pra fugir da cidade. O felizardo foi esse motorista de ônibus escolar, que acabou rendido por um soldado de fuzil. Temendo a vida dele e das crianças, e sem saber que o fuzil não estava municiado, obedeceu calmamente o sequestrador.

O motorista obedecia e pedia calma, colocando o ônibus em movimento enquanto o fuzil era apontado pra sua cabeça. Mas algo inesperado começou a acontecer: ao invés das 18 crianças que estavam lá sentirem medo, elas começaram a bombardear o cara com perguntas. Talvez por ele estar uniformizado como soldado, pensaram que se tratava de algum treinamento ou uma missão que não lhes faria mal.

Segundo o Xerife do Condado de Richland, Leon Lott, as perguntas começaram a deixar o sequestrador visivelmente incomodado. “Você vai machucar a gente?”, “Você é um soldado”, dentre outras muitas perguntas eram feitas de uma só vez a Jovan. Uma criança empolgava a outra pra mais perguntas.

Após 6 minutos de perguntas sem pausa, Jovan não aguentava mais, e mandou todo mundo cair fora. Deixou o motorista e as crianças no acostamento e começou a dirigir o ônibus. Não passou muito tempo e ele percebeu que facilmente seria pego ali, já que o motorista iria chamar a polícia, o ônibus era lento e além disso muito chamativo, principalmente porque era um soldado de fuzil no volante.

Jovan então desce do ônibus, segue a pé, e logo é preso. Ele responderá por 19 acusações de sequestro, roubo à mão armada e roubo de veículo. Sem conseguir ficar 3 semanas longe da mãe, pelo jeito ele vai passar bem mais do que isso na prisão.

Fonte: Ovelhas Voadoras

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe um comentário