ONG oferece maconha de brinde a quem se vacinar contra Covid-19 nos EUA

As pessoas que vão se apresentar para ser vacinadas contra a Covid-19 em Washington, capital dos EUA, vão receber um brinde. A ONG DC Marijuana Justice (DCMJ) oferecerá gratuitamente aos vacinados um saquinho com maconha. Adam Eidinger, um dos fundadores da entidade, disse que a iniciativa, apelidada de “Baseados por Vacinas” é uma forma de apoiar a ciência.

“Se você acredita na ciência que apoia a cannabis medicinal, deve acreditar na ciência que apoia a eficácia da vacina”, argumentou ele.

As pessoas que vão se apresentar para ser vacinadas contra a Covid-19 em Washington, capital dos EUA, vão receber um brinde. A ONG DC Marijuana Justice (DCMJ) oferecerá gratuitamente aos vacinados um saquinho com maconha. Adam Eidinger, um dos fundadores da entidade, disse que a iniciativa, apelidada de “Baseados por Vacinas” é uma forma de apoiar a ciência.

“Se você acredita na ciência que apoia a cannabis medicinal, deve acreditar na ciência que apoia a eficácia da vacina”, argumentou ele.

“Estamos procurando maneiras de celebrar com segurança o fim da pandemia e desconhecemos algo que una mais as pessoas do que a cannabis”, disse à “Forbes” Nikolas Schiller, outro fundador do grupo.

“A DCMJ acredita que a cannabis deve ser consumida com segurança e responsabilidade, e a pandemia tornou isso incrivelmente difícil para muitos adultos compartilharem sua cannabis cultivada em casa”, acrescentou.

Em janeiro de 2017, a DCMJ distribuiu milhares de cigarros de maconha durante a posse de Donald Trump, em Washington, a fim de pressioná-lo a pôr a cannabis na sua agenda de discussões. A ONG planejava iniciativa semelhante para celebrar a posse de Joe Biden, no dia 20, mas o avanço da pandemia nos EUA a fez mudar de ideia, adiando a grande distribuição da erva para julho.

Fonte: Figuras do Pop

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe uma resposta