Mark Zuckerberg e esposa são processados por alegações de assédio e homofobia por ex-funcionários. Saiba detalhes

Um dos homens mais ricos do mundo, Mark Zuckerberg, e sua esposa, Priscilla Chan, estão sendo acusados e processados por dois ex-funcionários que trabalhavam na residência do casal, nos Estados Unidos.

De acordo com o site Complex, os antigos funcionários, Mia King, mulher negra que era assistente de operações de segurança e John Doe, deficiente e gay que trabalhava como gerente de operações domésticas, acusam Liam Booth, o ex-chefe de segurança de Mark e a esposa de racismo e homofobia.

Na alegação, os ex-funcionários afirmam que Booth realizava declarações racistas e homofóbicas constantemente. King diz que o ex-chefe se referia a ela como “gueto”, além disso, comentava que ela só foi contratada por ser negra. Já em relação à Jhon Doe, uma série de ofensas homofóbicas foram feitas a ele, inclusive, em 2018, houve uma agressão na região da virilha em um restaurante de sushi.

Em outro momento, o ex-chefe de segurança, durante um acidente, culpou King pelo ocorrido e, no comentário, afirmou que o acusado falou que ‘as mulheres asiáticas são notoriamente ruins como motoristas’.

Em nota ao jornal New York Post, um porta-voz da família oficial Zuckerberg’s, Ben LaBolt, afirmou que as alegações foram observadas por um advogado. “Neste caso, quase todas as alegações nessas queixas foram levantadas primeiro por meio de um advogado, depois que ambos os funcionários deixaram a empresa, e em conexão com demandas monetárias significativas ”, disse.

“No entanto, quando seus advogados compartilharam essas preocupações, tanto nosso Departamento de RH quanto nosso advogado externo conduziram investigações separadas de várias semanas sobre as alegações, incluindo a realização de inúmeras entrevistas com seus colegas e a revisão de outros documentos e informações relevantes. Após essas investigações minuciosas, essas alegações simplesmente não puderam ser comprovadas. Acreditamos firmemente que esses funcionários foram tratados de forma justa e respeitosa e o family office está confiante de que irá derrotar essas reivindicações”, finalizou.

Fonte: BNews

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe um comentário