Rússia torna crime demitir funcionário que faltou pra ver jogo de futebol

De acordo com a decisão do tribunal, se o funcionário avisou o gerente com antecedência e, mais ainda, concordou em tirar uma folga não remunerada, não deve contar como uma perda de dias de trabalho.

MOSCOU, 15 de janeiro. / TASS /. A Suprema Corte russa decidiu que é ilegal demitir funcionários por comparecerem a uma partida de futebol com a condição de que o funcionário concorde em tirar um dia de folga não remunerado, disse o serviço de imprensa do tribunal à TASS.

“O Supremo Tribunal Federal estudou o caso de um morador de Yeisk que foi demitido por faltar uma jornada de trabalho por viajar para assistir a uma partida de futebol. De acordo com a decisão do tribunal, se o funcionário avisasse o gerente com antecedência e, mais ainda, concordasse em levar uma folga não remunerada, não deve contar como uma jornada de trabalho perdida. Neste caso, a ida planejada e organizada a um jogo de futebol é um bom motivo para deixar o local de trabalho antes do final do expediente “, informou a agência.

Fonte: TASS

Originally posted 2021-01-26 19:48:52.

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe um comentário