Prefeito manda fechar festa ilegal com aglomeração e polícia encontra primeira-dama lá dentro curtindo

Após a população não dar a mínima para as até então recomendações que a prefeitura fez, o prefeito de Alton, em Illinois resolveu então mandar a polícia acabar com toda aglomeração que encontrasse na cidade.

Assim foi feito: todo lugar em que houvesse certa aglomeração, a polícia ia lá e, segundo as ordens da prefeitura, poderia citar ou até prender os que fossem encontrados.

48 horas depois do decreto, a polícia encontrou um bar lotado chamado “A Taverva do Hiram”, no centro de Alton.

Entre as pessoas que a polícia encontrou na aglomeração, uma não era esperada pelo prefeito: a primeira-dama. O prefeito Brant Walker, em uma declaração sobre o caso, admitiu que isso tudo aconteceu, e disse: “eu instruí o chefe da polícia pra tratá-la como trataria qualquer cidadão violando o decreto”.

Ele também pediu que o chefe garantisse que ela não receberia nenhum tratamento especial. A festinha no bar era secreta, fora dos olhos do público. Da rua, por exemplo, não dava pra ver. Era coisa para convidados. Mas os vizinhos alertaram a polícia e tudo foi por água abaixo.

Todos os encontrados na festa foram acusados de “conduta imprudente”, o que pode dar uma multa de 2.500 dólare E/OU 1 ano de prisão. Depende do juiz. “Minha esposa é um adulto capaz de tomar suas próprias decisões, e nesta instância ela demonstrou uma completa falta de julgamento. Agora ela enfrentará as mesmas consequências que os outros pouco-informados que quebraram o decreto “Fique em Casa” durante este incidente”.

Pelo jeito ele não gostou nada dessa história toda.

Fonte: Ovelhas Voadoras

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe uma resposta