Uma Terceira Guerra Mundial pode estourar! Mais de 100 mil soldados russos já estão na fronteira com a Ucrânia!

Imagens feitas por um satélite, da empresa Maxar Technologies, mostram tropas do exército russo perto da fronteira com a Ucrânia. As fotos foram divulgadas nessa quarta-feira (19/1).

O governo russo tem escalado a tensão com os vizinhos nas últimas semanas e já deslocou cerca de 100 mil militares para a fronteira entre os dois países.

De acordo com os registros da empresa responsável pelo satélite, as forças da Rússia estão implantadas em quatro locais no oeste do país, perto da área fronteiriça.

Divulgação/Max Technologies

O presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou, nessa quarta, que o iminente conflito militar é fruto de uma espécie de crise existencial do presidente russo, Vladimir Putin, que estaria “tentando encontrar seu [da Rússia] lugar no mundo entre a China e o Ocidente” e gostaria de desafiar as potências internacionais e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Entretanto, o presidente dos EUA alertou que o país e seus aliados não assistirão a uma guerra sem reagir.

“Meu palpite é que ele vai se mover. Ele tem que fazer alguma coisa. Mas se eles realmente fizerem o que são capazes de fazer com as forças acumuladas na fronteira, será um desastre para a Rússia”, disse Biden.

Segundo o jornal New York Post, as autoridades russas negaram que planejam uma invasão. Entretanto, no início desta semana, anunciaram que estariam enviando tropas para a Bielorrússia para “grandes jogos de guerra”. O vice-ministro da Defesa, Alexander Fomin, disse que os exercícios conjuntos envolveriam a prática de uma resposta a ameaças externas.

Divulgação/Max Technologies

Provocações

Logo depois, o país tentou inverter a narrativa e acusou nações ocidental de planejar “provocações” contra Moscou.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharov, disse que as alegações de um ataque russo à Ucrânia são um “disfarce para suas próprias provocações em larga escala, incluindo as de caráter militar”.

Ela ainda lembrou um recente transporte militar britânico de armas para a Ucrânia e alegou que a assistência é uma “carta branca para uma operação militar em Donbas”, região do leste ucraniano sob o controle de separatistas apoiados pela Rússia.

Fonte: Metrópoles

kauzz

Eu só queria a paz mundial, cerveja infinita, wifi livre e uma morena peituda. Explorar a selva urbana, vlogar, blogar e memes é o que faço de melhor.  Sou blogueiro, biólogo, vlogueiro das selva urbana, amante da boa leitura e das redes sociais, vivo minha vida simples ao lado da morena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.