Multas aplicadas em pessoas e empresa em Sinop que descumpriram decreto Covid chegam a R$ 27 mil

A Polícia Militar multou 34 pessoas em R$ 500, entre a última sexta-feira e hoje madrugada, que foram flagradas furando o toque de recolher que vai das 21h às 5h. Um comércio que estava funcionando em desacordo com o decreto também foi multado em R$ 10 mil. A multa pode ser triplicada em caso de reincidência no descumprimento das medidas. No caso dos estabelecimentos, também há possibilidade de interdição pelo período de 30 dias e a detenção do responsável.

O comandante do 11° Batalhão em Sinop e tenente-coronel da Polícia Militar, Pedro Miguel de Sousa, disse, ao Só Notícias, “que fizemos um trabalho orientativo em duas semanas, a partir de então, na sexta-feira, iniciamos a aplicação das multas de acordo com a lei estadual. São várias pessoas que descumprem o decreto, algumas já foram multadas. Dessas, foram 35 multa aplicadas, em CPF (Cadastro de Pessoa Física) e uma em estabelecimento que estava funcionando em desacordo com o decreto”.

O comandante emendou que “o que temos que passar para a população é que a Polícia Militar está diurnamente nas ruas e fiscalizando. Vamos reforçar no sentido de conseguir conscientizar. Caso não seja possível, vamos aplicar as multas necessárias para quem descumprir o decreto”.

Ainda de acordo com o comandante, há muitos pontos de aglomeração pela cidade. “O grande problema é que quando chega o final de semana com os estabelecimentos fechados, as pessoas tendem a fazer suas festas nas residências. A Polícia Militar está atuando neste sentido, quando é acionada a maioria dos atendimentos é por causa de poluição sonora. Fiscalizou, constatou aglomeração e o crime de perturbação de sossego público, então é conduzido à delegacia e aplicada multa”.

Fonte: Só Notícias

Kauzz

Sou blogueiro, twiteiro, vlogueiro, youtuber, biólogo, social media e podcaster. Vivo buscando conhecimento e informação nesse mundo caótico, ao lado da minha morena.

Deixe uma resposta